Governo do Estado lança sondagem de mercado para conceder serviço de Logística em Saúde

16/11/2020 16h07

O Governo do Espírito Santo disponibilizou, no dia 05 de novembro, uma sondagem de mercado para avaliar a possibilidade de concessão de serviços de Logística em Saúde. Caso a sondagem de mercado tenha um retorno positivo, o projeto será inserido na carteira de projetos do Programa Parcerias ES.

O serviço de Logística em Saúde busca dar mais eficiência e reduzir os custos dos hospitais da rede pública do Espírito Santo. “Atualmente, o transporte de medicamentos e materiais de uso hospitalar entre os diferentes hospitais é feito pelo governo estadual. Mas o poder público não tem a expertise em logística. Concedendo este serviço à iniciativa privada, o Estado ganhará em eficiência e reduzirá os custos”, avalia o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

A ideia inicial é que uma empresa fique responsável por viabilizar um centro de distribuição de medicamentos e materiais de uso hospitalar, adequar e modernizar a operação e manutenção das farmácias satélite e ambulatoriais, gerir os estoques de medicamentos, bem como os documentos  dos processos logísticos em saúde.

De acordo com o gerente de Parcerias Público-Privadas, Julio Cesar Arana, grandes redes hospitalares privadas já utilizam esse modelo de Logística em Saúde, mas no meio público ainda é restrito. “O instrumento de sondagem de mercado possibilita um diálogo qualificado com o setor privado, colhendo contribuições e melhores práticas, para aprimorar o escopo do projeto”, pontua Arana.

A sondagem ficará aberta por 30 dias. As empresas que tiverem interesse em participar da sondagem de mercado podem marcar uma reunião com a equipe de Parcerias Público-Privadas. “As reuniões têm sido virtuais e podem ser marcadas pelo site Parcerias ES. Logo na página principal, há a opção “agendar reunião” e o interessado deve escolher a categoria “Concessões e Parcerias” e depois clicar em “Reunião - Sondagem de Mercado - Logística em Saúde”, explica o gerente de Parcerias Público-Privadas.

Foco na assistência às pessoas

A iniciativa de melhorar os serviços de logística hospitalar da rede estadual partiu de um diagnóstico da Sesa que apontou esse item como fator crítico para o desenvolvimento de atividades de atenção à saúde e para a excelência operacional de uma organização hospitalar.

 “A iniciativa de autorizar estudos para concessão do serviço de suporte à atividade de assistência à Saúde visa garantir maior eficiência e racionalização do gasto com a disponibilização de medicamentos e materiais médicos aos pacientes atendidos pelo SUS em nosso Estado. Dessa forma, esperamos que a Sesa aumente seu foco na atenção e assistência às pessoas”, resume o subsecretário de Administração da Sesa, Rafael Grossi.

 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sefaz

Giordany Bozzato

(27) 3347-5128

giordany.bozzato@sefaz.es.gov.br